(clique no tema abaixo)

Stand Up Boards By Pastor 2011

Qual prancha ideal para mim?

Qual quilha ideal para mim?

Cuidados básicos com sua prancha nova.

Funcionamento das rabetas

By Pastor comenta a evolução das pranchas

     
     
 
    

Estamos trabalhando forte a modalidade Stand Up Boards. Desde 2006 estamos trabalhando modelos específicos.

Hoje já possuímos vários modelos testados por atletas e pessoas que entraram no esporte de corpo e alma.

Em especial as mulheres estão aderindo ao novo esporte e com isso ingressando toda a família no Stand Up. Além de termos um novo esporte, temos um grande encontro de famílias com interesse em comum.


Os Stand Ups são largos e espessos, mas os fundos são trabalhados para serem usados não apenas em lagoas como em ondas. Com isso tenho que unir um fundo estável e ao mesmo tempo solto para manobras e velocidade. São coisas opostas e só shapers experientes podem fazer tal tarefa com sucesso.

Temos modelos específicos de Stand Up Boards By Pastor.

1 - MIX
2 - RACE 1
3 - RACE 2
4 – Surf
1 - Modelo MIX
Este modelo une uma boa remada com um pouco de surf. Prancha é bem estável nas remadas e possibilita andar em distâncias médias com bastante conforto, e junto também possibilita um surf em ondas pequenas e cheias. Indicada aos iniciantes e também as pessoas que querem surfar mas ainda não tem muita experiência.

2 - RACE 1
Este modelo é especifico para longas distancias no mar. Também pode ser usado em lagoas, mas o foco é no mar. Não é bom para surfar, pois o tamanho é grande em torno de 12´6 pés, e o fundo é voltado ao mar. Distâncias longas são bem vindas pela sua alta velocidade e segurança em alto mar. Indicadas aos iniciantes que desejam apenas remar, e também aos experientes que optam por longas distâncias com conforto.

3 – RACE 2
Modelo específico para lagoas. Esta prancha é veloz e muito fácil de remar em águas paradas. São pranchas grandes em torno de 12´6 pés e possuem fundo retos como proa de barco facilitando a velocidade da prancha em águas paradas.Ideal para iniciantes pela segurança e velocidade, e indicada aos competidores de longas distancias em lagoas ou lugares de águas paradas.

4 – SURF
São pranchas para pegar ondas e fazer manobras de surf. Pranchas específicas para pessoas já experientes. Tem a remada prejudicada em função de serem mais estreitas e menores. São mais estreitas para facilitar a troca de borda, mas isso prejudica na remada.E são menores para facilitar as manobras.Vale lembrar que o uso dos remos nas manobras ajuda muito na performance.Indicadas a pessoas com experiência.Ideal como segunda prancha depois que a pessoa já tem experiência boa em remadas e mar.Indicada para competidores e adeptos ao surf radical.

Todos os modelos são produzidos com resina epóxi Keahana (www.keahana.com )e feitos em EPS (Isopor). Desta forma mantemos nosso padrão de qualidade em resistência, peso e acabamentos.

Todos os modelos estão sendo testados por nossos atletas e diretamente por Claudio Pastor também. Pastor vem colocando seus conhecimentos do Longboard em vários modelos de Stand Up, mesclando curvas e tipos diferentes de fundos.

Estamos atendendo nossos clientes e amigos com mais esta modalidade... Aproveitando a comunicação vamos estar em novo horário em 2010.

Sábado abrimos das 10h00 e fecharemos as 15h00.
Grande abraço a todos...
Aloha, Pastor.

     
    

QUAL PRANCHA IDEAL PARA MIM?


INICIANTE


SURFBOARD - Ideal é fazer uma prancha maior que o tamanho normal e mais larga,assim terá mais estabilidade e facilidade na remada..

FUNBOARD - Este modelo é o mais aconselhado para iniciantes, pois a estabilidade e a facilidade de entrar na onda ajudam muito este início.

LONGBOARD - Esta prancha é a mais fácil de todas para iniciar, mas o seu tamanho exige manobras específicas de Longboard.

_______________________________________________________________________

SURFISTA COM ALGUMA PRATICA

SURFBOARD - Após a fase inicial a função da prancha é evoluir a pessoa nas manobras, por isso esta prancha deve ser solta e segura e com velocidade. Aconselho uma prancha mais larga que o normal e com boa remada, mas com o tamanho correto para o peso da pessoa.

FUNBOARD - O prazer começa após a fase inicial, e este modelo de prancha leva o surfista com muita facilidade a este prazer.

LONGBOARD - A facilidade da remada e da entrada na onda, deixa forças sobrando para a pessoa se preocupar com as manobras específicas do Longboard.O repertório de manobras é grande e nesta fase a pessoa começa a arriscar mais, levando o surfista a uma evolução visível.

________________________________________________________________________

SURFISTA COM MUITA PRATICA


SURFBOARD - Este modelo de prancha é o mais próximo do profissional possível.É a prancha mais usada no mundo, aquela prancha ideal para o dia a dia e específica para o peso e o surf da pessoa. A experiência leva o surfista a saber algumas medidas e exatamente o que ele precisa, com isso é uma prancha escolhida a dedo por quem entende um pouco do assunto.

FUNBOARD - O Funboard pode ser uma boa saída para aqueles que já tem bastante experiencia mas estão fora de forma, ajudando na volta ao surf após anos , ou então pode ser uma prancha para quem surfa bem e não gosta de Longboard, querendo uma linha mais solta e mais radical.

LONGBOARD - O Longboard nesta fase é para quem sabe o que quer.O Longboard para quem exige mais e sabe que a cada prancha existe uma evolução. Aquele que surfa clássico já tem a malívia de andar bem no bico e deseja facilitar ainda mais. Aquele que surfa mais arisco opta pelo Longboard mix para arriscar mais manobras. Resumo , nesta fase o surfista já sabe o que quer e procura o seu prazer na agua atraves do um shape ideal.

_______________________________________________________________________

SURFISTA PROFISSIONAL


SURFBOARD - A prancha ideal para um profissional é aquela que o leva ao podium e com isso ele ganha dinheiro e fama.
Por isso esta prancha tem que ser feita com muito cuidado para ficar exatamente o que o atleta precisa. Normalmente estas pranchas são escolhidas pelos atletas e até pagas por eles para usarem o design que lhes agrada mais, por isso patrocínio de prancha neste caso pode limitar o surfista a um design que não se adequa com ele. A escolha deve ser do surfista em usar o shaper que mais se adequa ao seu surf.

FUNBOARD - Não existe campeonato profissional na categoria Funboard. Com isso não existe surfista profissional de Funboard.

LONGBOARD - O mesmo pensamento que falei acima na categoria surfboard segue aqui também. Mas o interessante é que na categoria Longboard existe uma exigência de tamanho mínimo das pranchas, os Longboards tem que ter um tamanho mínimo de 9´0"(nove pés). Com isso criou-se vários tipos de pranchas em função deste tamanho já estabelecido. No tour mundial um quiver correto tem que ter pranchas de onda pequena e de marola, pois a coisa é muito específica, sem falar nas Guns para ondas grandes, com isso tudo o Longboard ficou mais especificado e mais atraente, coisa que no Funboard não existe pela falta de campeonatos da categoria.

_________________________________________________________________________

     
    

QUAL QUILHA IDEAL PARA MIM?
_______________________________________________________________________

SURFBOARD - O ideal são quilhas de acordo com o tipo de mar. Quanto maior as quilhas melhor para ondas maiores. As quilhas menores funcionam em ondas menores e propiciam manobras radicais.

FUNBOARD - Segue a mesma idea das SURFBOARDS. Mas no FUNBOARD quilhas menores podem desgarrar por isso aconselhamos quilhas maiores.

LONGBOARD - Três quilhas iguais são aconselhadas apenas para ondas grandes. No Brasil o ideal é o conjunto de estabilizadores e quilha central maior.
A quilha central pode variar de tamanho. Quanto maior melhor para ondas grandes, e quanto menor fica melhor para manobras.
Longboards Classicos o ideal é uma quilha central única e grande de 9 a 10 polegadas.

     
    

CUIDADOS BASICOS COM SUA NOVA PRANCHA.
______________________________________________________________________

MATERIAIS QUE USAMOS.

POLIURETANO E EPOXI.
______________________________________________________________________

POLIURETANO

Os cuidados basicos são fundamentais.
1 - Nunca deixar a prancha exposta ao sol durante um longo tempo.

2 - Sempre usar capa de prancha no transporte.

3 - Manter a prancha guardada em lugar fresco e sem sol.

4 - Nunca deixar a prancha dentro do carro fechado com sol.

5 - Lavar com agua doce a prancha depois do surf.

6 - Evitar situações de risco no uso da prancha. Mares rasos e ondas muito ocas são propicios a acidentes de quebra ao meio de prancha.

7 - Só usar a prancha depois da cura da resina, de 3 a 8 dias.

8 - Usar sempre cordinha .

9 - Prender a prancha no rack sempre com faixa rack. Além de mais seguro evita marcar as bordas.

10 - Fazer sempre manutenção da sua prancha evitando surfar com tecos abertos.

_______________________________________________________________________

EPOXI

Seguem as mesmas recomendações que o Poliuretano, mas com alguns itens a mais.

1 - Só concertar a prancha com RESINA EPOXI. Resina poliester em contato com isopor derrete o isopor.

2 - NUNCA SURFAR COM TECOS ABERTOS. SUA PRANCHA ACABA EM ALGUNS MESES.

3 - Evitar a exposição da prancha ao sol . O isopor tem muito ar entre as celulas do isopor e isso tende a criar mais expansão.

4 - Levar sempre na bolsa do surf, resina de reparo, Indicado - ARALDITE BICOMPONENTE - Compre em casa de construção. Seca em 5 minutos e vc pode voltar ao mar.

     
 
    

Funcionamento das rabetas
_______________________________________

O design da prancha de surf é formado por um conjunto em harmonia de linhas mágicas.
As rabetas não fogem a essa regra.Com isso temos varios tipos de rabetas, e cada uma com sua função.

SQUASH - rabeta que atende ondas ocas e cheias.Soltas nas manobras e segura na parede da onda.rabeta mais usada pela sua multifuncionalidade.

SQUARE - Muito parecida com as SQUASH mas com mais quebra de linha.

ROUND PIN - Deixa a prancha com mais linha, alonga as manobras.

PIN - Ideal para ondas mais fortes. Aceita maior pressão da onda.

Diamond - Muito parecida com a SQUARE, e muito usada nas pranchas retrôs devido ao seu otimo encaixe em rabetas largas.

SWALOW - Quebra bastante a linha da onda.Ideal para ondas menores e manobras radicais.

FISH - Rabeta ideal para pranchas largas e retrôs.Quebra a linha da onda mantendo uma linha segura.

     
 
    

Estamos vivendo uma época de nostalgia de designs que já fizeram muito sucesso no passado. Mas o modelo Fish boards em especial é um caso à parte. Este tipo de design nasceu numa época em que os Longboards estavam sendo diminuídos de tamanho e apareciam as mini-models como grande opção de pranchas mas ágeis e soltas.

No inicio dos anos 70 as Fish vieram como opção radical de design, quebrando todas as regras do design da época do Psicodelismo, dos movimentos de Paz e Amor, tendo como quebra de tabus a palavra chave daquela epoca. A Fish veio e não ficou por muito tempo. Chegou como um design muito à frente do que se usava e extremamente radical, e as pessoas não acompanharam a sua forma radical de andar na onda.

Logo depois vieram as single fins: mais trabalhadas, principalmete no Hawaii, onde este modelo se encaixa com perfeição. E a partir daí as biquilhas figuraram por um curto período com Mark Richards e logo depois Simon Anderson introduziu as Thrusters (triquilhas) que seguem até hoje dominando o mercado.Com isso vimos o modelo Fish sendo usado num período de revolução e com isso o design não foi aprimorado e muito trabalhado e isso na época era visto como um futuro de novos designs.

Esta idéia de volta a este passado nos coloca com visões de futuro. Hoje temos um modelo de prancha fish em que o shape está super refinado e os materiais mudaram, deixando o surf com esse tipo de prancha mais interessante e dinâmico. As quilhas mudaram de outline, que eram muito largos, e faziam com que as pranchas entrassem de borda, e hoje, com outlines mais ousados, podemos solucionar problemas que na época não eram solucionáveis devido à falta de experiência dos shapers com designs ousados.

Hoje vemos uma Fish como uma prancha mais trabalhada e sofisticada em termos de design. Bordas mais macias, quilhas de encaixe com designs coerentes, com os shapes e peso mais leves deixando a prancha mais suave nas manobras. Realmente é uma otima opção para o verão - principalmente para ondas pequenas e com pouca força do Brasil.

Para o pessoal do Longboard o modelo cai como uma luva pois elas são bem largas e flutuam bem, facilitando a entrada na onda pois a expessura pode chegar até 2 ¾ - deixando a remada bem confortável. Na onda as Fish têm bastante linha devido à sua largura, mas quando a linha é quebrada, ela responde muito rápido, facilitando as manobras radicais dentro de uma linha clássica para os Longboarders.

Tenho feito várias encomendas dessas ao mês e a reciptividade está sendo ótima, trazendo de volta os Longboarders a um surf radical e dando uma opção de uma linha mais clássica e radical aos surfistas de pranchinha. Vários profissionais estão testando e aprovando o design do futuro - criado numa época de quebras de tabus.

Rio de Janeiro / Brasil - Estrada do Joá 3855 casa A.
Tel./ Cel.: 21 96422 8531 - Segunda a Sexta das 10h00 as 19h00 - Sábado das 10h00 às 14h00. bypastor@yahoo.com.br
facebook: Claudio Pastor
Instagram: bypastor.oficial
© 2000-2016 - ByPastor - Todos os direitos reservados.